top of page

Pele de Rua (2022 - )

A pele de rua é o relevo da cidade. Descamação urbana. Caso, descaso e casamento. O papel reutilizado é a pele. O papel é a pele. Pele de rua.

Alberto Pereira tem como trabalho principal a colagem. Explorando esta linguagem digital e física para composição de seus trabalhos, buscando esmiuçar os sentidos tradicionais atribuídos às imagens, seus significados, simbolismos e valores, criando obras múltiplas que questionam e subvertem seus sentidos originais, atribuindo às imagens novas poéticas e configurações.

 

Como parte do aprofundamento de suas pesquisas artísticas, Pereira propõe para o presente edital o desenvolvimento do projeto artístico intitulado “Pele de Rua”, pesquisa que parte da investigação da rua como corpo estético a ser elaborado e evidenciado, dada as particularidades da rua como estrutura física e de funcionamento orgânico constituinte da cidade, como um organismo vivo provocado pela ocupação e intervenção humana. Pereira em seu processo de pesquisa armazena diferentes sobras de papéis oriundos de seus trabalhos de intervenção urbana com o lambe-lambe, coletando e armazenando também outros papéis disponíveis pela cidade, seja de outros lambes e cartazes descolados da parede, e embalagens de papel. 

 

Com os papéis coletados o artista os recicla por um processo artesanal de reaproveitamento, resultando em papéis de texturas e cores variadas, construindo uma sutura do que seria a “pele” da rua.  As diferentes “peles” podem ser utilizadas em recortes e combinadas ou não com outras técnicas, para realização de obras artísticas em suportes variados, como em telas, resultando em composições diversas. 

 

Para a residência artística, Pereira buscará expandir a pesquisa “Pele de Rua”, experimentando e concebendo novas linguagens e obras de arte de modo a criar percepções, materialidades e experiências sensíveis do estar e do construir das imagens a partir da apropriação das configurações dos espaços urbanos ao abstraí-lo pelo processo individual no espaço privado, embutindo uma lupa na experiência citadina. 

Aline Moraes

telas.jpg
Pele de Rua 1.jpg
Pele de Rua 2.jpg
Pele de Rua 9.jpg
Pele de Rua 10.jpg
pele de rua_11.jpg
pele de rua_12.jpg
pele de rua_13.jpg
pele de rua_5.jpg
Esquininha_pele de rua 6 e 7_foto 2.jpg
bottom of page